19 de setembro de 2009

O blog dos meus Netos

Mini Miles
Estes meus netos são lindos de Morrer!
Mais informações sobre a ninhada com Cristovão Laruça.
E-mail: cl.laruca@gmail.com
Telemovel: + 351 912869549

Campeonato do Mundo Obedience



Percurso de Junto:
Normal pace go – left turn – stop
2 steps to the right – 2 steps to the left – 2 steps backwards
Normal pace go – right turn – stop
normal pace go - about turn
slow pace – about turn – stop
slow pace go
Fast pace – left turn – right turn
normal pace – about turn – left turn
slow pace – right turn – about turn – stop
normal pace go – left turn – right turn – about turn
left turn – right turn – about turn
fast pace – left turn – right turn – about turn – right turn
normal pace – left turn – about turn – right turn – stop
normal pace left turn go – about turn – about turn – left turn
slow pace – stop
slow pace go – right turn
normal pace stop
right turn, left turn, about turn
Exercise finished – Thank you

15 de setembro de 2009

Última Hora

Extinção ameaça uma em cada seis espécies de mamíferos no Mediterrâneo

Uma em cada seis espécies de mamíferos está em risco de desaparecer da região mediterrânica, revela um relatório da União Mundial para a Conservação (UICN) divulgado esta segunda-feira. O lince-ibérico e a foca-monge fazem parte desta lista vermelha com 320 animais, elaborada por mais de 250 especialistas de 30 países.Lince-ibérico (Lynx pardinus), foca monge (Monachus monachus) e doninha-europeia (Mustela lutreola) figuram entre as nove espécies com estatuto de Criticamente Ameaçadas.O relatório, referente à bacia do Mediterrâneo – desde Portugal até ao Levante, cobrindo os continentes europeu, asiático e africano -, diz ainda que as populações de mais de um quarto (27 por cento) dos mamíferos estão em declínio. Trinta e um por cento encontram-se estáveis e 40 por cento não se sabe ao certo. Apenas três por cento registam uma tendência de aumento.Annabelle Cuttelod, uma das coordenadoras do estudo e responsável da Lista Vermelha da UICN para o Mediterrâneo, comentou ao PÚBLICO que estes são “números bastante elevados”. “O Mediterrâneo e, especialmente, a Península Ibérica são regiões com uma grande diversidade de espécies de mamíferos. Mas também têm um grande número de espécies em risco”.A maior ameaça aos animais do Mediterrâneo, região onde vivem cerca de 400 milhões de pessoas, é a destruição e degradação dos habitats, causadas pela intensificação da agricultura, urbanização, poluição e alterações climáticas. A perturbação humana, a sobre-exploração e as espécies invasoras são outras grandes ameaças. “A crise da Extinção da Biodiversidade é, pelo menos, tão importante quanto a crise das Alterações Climáticas e é preciso agir urgentemente”, considerou Cuttelod.A Lista Vermelha dos Mamíferos do Mediterrâneo faz parte de uma iniciativa mais vasta -o Mediterranean Biodiversity Assessment, em vários grupos de trabalho europeus de conservação.
Fonte: Público online

5 de setembro de 2009

M&M







Miles & Moss a espreitar a prole!

150 mil pintos machos por dia

Uma associação de defesa dos direitos dos animais denunciou o tratamento dado aos pintos machos no maior aviário de galinhas poedeiras do país, em que estes animais são cortados vivos ao ritmo de 150 mil por dia.

A "Mercy for Animals" colocou uma câmara no aviário Hy-Line, em Spencer, no estado norte-americano do Iowa, e mostrou as centenas de pintos machos, com apenas um dia de vida, a serem atirados em massa para as passadeiras rolantes que os encaminham directamente para uma trituradora gigante. Segundo a associação, os pintos machos são destruídos, à razão de 150 mil por dia ou 30 milhões por ano, porque não podem pôr ovos nem crescem com a rapidez necessária para que se possa explorar a sua carne de forma rentável. O grupo Hy-Line International, um dos líderes mundiais de produção de galinhas poedeiras, reconhece que o vídeo "... parece mostrar práticas inapropriadas que transgridem a política de bem-estar dos animais" definidas pelo grupo. Lançámos de imediato uma investigação apesar de ser preferível que sejamos informados destas possíveis violações no momento em que elas acontecem", afirmou o porta-voz da empresa, Tom Jorgensen. "Depois da nossa investigação, se se apurar que o nosso código ético foi violado, o funcionário ou funcionários envolvidos serão punidos", disse ainda a companhia, que detém sete aviários nos Estados Unidos e que diz possuir o maior 'stock' de galinhas poedeiras do mundo. Segunda a "Mercy for Animals" as condições mostradas neste vídeo são as comuns e aceites na indústria da produção de ovos". A associação reclama que as 50 cadeias de supermercados mais importantes dos Estados Unidos ponham um aviso nas suas caixas de ovos, advertindo que "os pintos machos são cortados vivos pela indústria de produção de ovos". Fonte: Washington, 02 Set, Lusa

CREDO! Não Há necessidade!